COMO IDENTIFICAR UMA CRIANÇA HIPERATIVA?

Atualmente a desatenção e a hiperatividade tem sido apontadas como fatores

comuns na dificuldades de aprendizagem, problemas comportamentais e transtornos do

desenvolvimento infantil. Podemos afirmar que é um dos transtornos infantis mais

estudados em vários países.

criança-hiperativa-min.jpg

“No mundo da lua” e “a mil por hora” são algumas das definições que as

crianças com hiperatividade e desatenção recebem no decorrer do seu

desenvolvimento. Conhecido também como TDAH,  esse diagnóstico tem sido

difundido entre as crianças em idade escolar de forma generalizada, em alguns casos

sem um estudo aprofundado e critérios bem definidos.

 

Como identificar uma criança hiperativa?

 

Muitos pais e professores sentem dificuldades para identificar se a criança é

portador de TDAH, ou se o que lhe falta é limites, dado que as crianças nesses estados

podem apresentar sintomas parecidos.

crianca-hiperativa

É uma avaliação complexa, pois o TDAH pode trazer transtornos associados que

podem intensificar ou maquiar algumas características, dificultando a identificação

mais precisa do diagnóstico e princialmente o caminho do tratamento a ser percorrido.

Por isso, a importância de um acompanhamento eficiente com profissional qualificado.

Como é o comportamento de crianças diagnosticadas com hiperatividade?

Crianças que sofrem de TDAH apresentam conduta inapropriada para sua idade. Custa-

lhes controlar seu comportamento, suas emoções e pensamentos.

De uma forma geral, as crianças com esse diagnóstico frequentemente tem

dificuldades para manter a atenção em tarefas e atividades lúdicas ou educacionais.

 

Como e quando é feito o diagnóstico da criança?

 

O TDAH costuma ser diagnosticado no início da idade escolar, por volta dos 6

anos, quando os sintomas começam a ser mais evidentes e alguns problemas de

aprendizagem começam a aparecer.

No entanto, algumas características já podem ser perceptíveis desde a primeira

infância. Tomando alguns cuidados em relação a faixa etária, é possível desde cedo,

identificar e estimular algumas habilidades que podem auxiliar no repertório

comportamental dessas crianças, como: memória, atenção, concentração, autoconfiança,

tolerância a frustração, percepção viso-motora, entre outras.

Ainda assim, é importante distinguir a verdadeira hiperatividade dos

comportamentos ativos e impulsivos exibidos pelas crianças normais.

Portanto, a avaliação e o diagnóstico devem ser feitas por profissionais especializados

que analisam a intensidade e a frequência em que os comportamentos ocorrem e o grau

de afetação na vida cotidiana da criança e da família

logocafe850px15314524

Qual a cura para esse transtorno infantil?

 

O TDAH não tem cura, justamente porque não precisa de cura. Precisa de

esclarecimentos e aprendizagem comportamental. Hoje temos várias terapias

especializadas, que auxiliam a criança a desenvolver sua consciência comportamental,

ampliando seu repertório e controlando sua impulsividade. Algumas linhas de

tratamento sugerem o uso de medicamentos, que precisam de uma avaliação mais

cautelosa – não descarto sua importância, porém são casos bem específicos e por tempo

determinado.

Clinica Cafe Esteio RS

Psicologia em Esteio

http://www.clinicafe.com.br

Psicóloga Esp. Ariane Lizze Vieira

CRP 07/24288

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s